quinta-feira, 28 de junho de 2012

Morte do violeiro Dércio Marques

O Brasil e o mundo perderam hoje, às 8h, vítima de infecção generalizada, após cirurgia, o grande artista DÉRCIO MARQUES. Violeiro, cantor, intérprete e compositor – muito pouco para descrever a riqueza deste mestre mineiro de Uberlândia, cidadão do mundo, baluarte da cultura popular, da natureza bruta destas terras. O corpo será cremado em Salvador.
Marques ficou conhecido em Vitória da Conquista, principalmente, por dividir palco com Elomar Figueira em várias apresentações.
“Ah, Já Fiz Versos De Tributo, Hoje Só Somente Escuto,
Não Tributo Mais Ninguém; Cada Rosa Seu Perfume,
Ninguém Lava as Mesmas Mãos,
Ninguém Canta Com a Mesma Voz!
Ontem a Lua Foi Airosa, Toda Rosa Perfumosa,
Mas o Tempo Deu-me Tempo Prá Pensar
Ah, E Eu Seguisse a Cada Passo, Cada Traço Do Pincel,
Cedo ou Tarde Eu Ia Ver, Escorregar Na Tinta Fresca,
Me Mesclar Com a Cor Vermelha, Eu Iria Me Perder.”
(Dércio Marques)
Fonte: Blog Baião de Dois
Blog Baião de Dois

Plantando ipê amarelo na Lagoa do Nado! Cantoria pro Mestre Dércio Marques, um truvejo! Inté mais cumpade Dércio...



Comente e passe pra frente!

2 comentários:

Razek Seravhat disse...

Lamento, lamento muito...

POR TODA MINHA VIDA disse...

Grande perda ... para mim irreparável ... meus sentimentos verdadeiros Pedro Pugliese

Lixo eletrônico

Loading...

Área de Preservação Ideológica!!!

Bem vindos a Área de Preservação Ideológica!
http://www.sitecurupira.com.br/