domingo, 1 de abril de 2012

Xingu -Três Irmão, dois mundos, uma missão.

Baseado em uma história real
Xingu conta a incrível história dos irmãos Villas Bôas e a aventura da criação do primeiro parque indígena de grandes proporções no Brasil. Uma parte esquecida e dramática da nossa história que permanece atual e urgente. 06 DE ABRIL NOS CINEMAS
Anos 1940. Três jovens irmãos decidem viver uma grande aventura. Orlando (Felipe Camargo), 27 anos, Cláudio (João Miguel), 25, e Leonardo (Caio Blat), 23, os Irmãos Villas-Bôas, alistam-se na Expedição Roncador-Xingu e partem numa missão desbravadora pelo Brasil Central. A saga começa com a travessia do Rio das Mortes e logo eles se tornam chefes da empreitada, envolvendo-se na defesa dos povos indígenas e de suas diversas culturas, registrando tudo num diário batizado de A Marcha para o Oeste.
Mais velho dos irmãos, Orlando é o articulador entre as etnias indígenas e o poder oficial, responsável por brecar a ingerência externa. Já Cláudio, é o grande idealista e o mais consciente da contradição da expedição – “Nós somos o antídoto e o veneno”, diz. O caçula é Leonardo, vibrante e corajoso. No entanto, suas atitudes podem causar um preço alto para a aventura dos irmãos.
Numa viagem sem paralelo na história, com batalhas, 1.500 quilômetros de picadas abertas, 1.000 quilômetros de rios percorridos, 19 campos de pouso abertos, 43 vilas e cidades desbravadas e 14 tribos contatadas, além das mais de 200 crises de malária, os irmãos Villas-Bôas conseguem fundar em 1961 o Parque Nacional do Xingu, um parque ecológico e reserva indígena que, na época, era o maior do mundo, do tamanho de um país como a Bélgica.
Na aventura, os Villas-Bôas conseguem passar pelo território Xavante, de índios corajosos e guerreiros sem nenhuma baixa de ambos os lados. Em seguida, deparam-se com os Kalapalos, os famosos e temidos que teriam matado o explorador inglês Percy Fawcett. Mas, apesar de toda a apreensão e ao contrário do que imaginavam, os irmãos ficam amigos do grande chefe Izarari, e se encantaram com a cultura e os costumes locais. Não previam ainda que ali viveriam a primeira tragédia de suas vidas: um surto de gripe, trazido por eles mesmos, que quase dizima toda a aldeia.
Ao recontar a saga dos irmãos, Xingu apresenta a luta pela criação do parque e pela salvação de tribos inteiras que transformaram os Villas-Bôas em heróis brasileiros, traçando diálogo com problemas crônicos do processo de formação brasileiro.


  • Direção: Cao Hamburger
  • Produção: Fernando Meirelles, Andrea Barata Ribeiro,
    Bel Berlinck
  • Roteiro: Elena Soarez, Cao Hamburger, Anna Muylaert
  • Direção de Fotografia: Adriano Goldman, ABC
  • Direção de Arte: Cassio Amarante
  • Produção de Elenco: Patricia Faria, Cecília Homem de Mello
  • Produção de Elenco Indígena: Francisco Accioly
  • Montagem: Gustavo Giani
  • Música: Beto Villares
  • Supervisão de Pós Produção: Hugo Gurgel
  • Desenho de Som e Mixagem: Alessandro Laroca,
    Eduardo Virmond Lima, Armando Torres Jr.
  • Som Direto: Paulo Ricardo Nunes
  • Figurino: Verônica Julian
  • Caracterização: Anna Van Steen
  • Diretor de Produção: Marcelo Torres
  • Diretora Assistente: Márcia Faria
  • Produtora Executiva: Bel Berlinck, Andrea Barata Ribeiro
  • Empresa Produtora: O2 Filmes
  • Co-produção: Globo Filmes
  • Distribuição: Downtown Filmes, Sony Pictures e RioFilme
  • Elenco: João Miguel (Claudio Villas Boas),
    Felipe Camargo (Orlando Villas Boas),
    Caio Blat (Leonardo Villas Boas), Maiarim Kaiabi (Prepori)
    Awakari Tumã Kaiabi (Pionim), Adana Kambeba (Kaiulu)
    Tapaié Waurá (Izaquiri), Totomai Yawalapiti (Guerreiro Kalapalo)
  • Participação Especial: Maria Flor (Marina),
    •  Augusto Madeira (Noel Nutels), Fabio Lago (Bamburra)
  • Fonte: Site Oficial de Xingu O Filme

    Um comentário:

    Valéria disse...

    Amei seu cantinho!
    Já estou seguindo com carinho.
    Agradeço pela visita.
    Abraço.

    Lixo eletrônico

    Loading...

    Área de Preservação Ideológica!!!

    Bem vindos a Área de Preservação Ideológica!
    http://www.sitecurupira.com.br/