terça-feira, 25 de maio de 2010

Elza Soares é homenageada em espetáculo de teatro

A cantora está em Salvador para participar do II Encontro Afro-Latino, e faz show hoje no Teatro Castro Alves, com as participações de Riachão e Mariene de Castro


“Eu não sabia que tinha feito tanta baderna na vida”, foi o que disse a cantora Elza Soares após assistir à peça que narra episódios da sua vida. Com muito humor e irreverência, o espetáculo musical Se Acaso Você Chegasse traz quatro atrizes na pele de Elza, expondo várias facetas de uma mulher que transformou dores em música. “A ideia inicial foi minha, porque sempre fui fã e acho que o país tem uma grande dívida com ela”, afirma Denise Correia, integrante do elenco. Realizada pela Arte Sintonia Companhia de Teatro, a peça – escrita por Elísio Lopes e dirigida por Antônio Marques – teve pré-estreia para convidados na noite de ontem (24), no Teatro Jorge Amado, e contou com a presença da homenageada na plateia.

Elza Soares está em Salvador para participar do II Encontro Afro-Latino e se apresentará hoje (25) à noite, na abertura do evento. “Eu não gosto de nada mais ou menos. A minha expectativa é sempre lá em cima. E o show é lindo”, garante a cantora. A abertura, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, contará com a participação dos artistas locais Mariene de Castro e Riachão. Elísio Lopes destaca que Elza, além da voz especialíssima, é uma grande referência de luta e resistência: “Ela é um ícone porque contraria as regras e não tem vergonha de assumir não só sua cor, como sua postura também. E isso é importante, uma pessoa com uma identidade tão clara que não se intimida com as críticas”.

Se Acaso Você Chegasse mostra uma mulher “dura na queda”, que não abre mão de amar nem de cantar. No final da apresentação, visivelmente emocionada, Elza subiu ao palco para agradecer e entoou os primeiros versos de “Meu Guri”, música de Chico Buarque, que ganhou interpretação cheia de sentimento na voz dela. O público também demonstrou entusiasmo, como ficou evidente no depoimento da Vereadora pelo PC do B, Olívia Santana: “Estou super feliz de ver essa juventude cheia de talento e ousadia interpretando as diferentes dimensões da vida de Elza Soares”. A peça ficará em cartaz no Teatro Jorge Amado nos dias 28, 29 e 30 de maio, sempre às 20 horas.

Fonte: Fundação Palmares

Nenhum comentário:

Lixo eletrônico

Loading...

Área de Preservação Ideológica!!!

Bem vindos a Área de Preservação Ideológica!
http://www.sitecurupira.com.br/