quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010


Renda Labirinto
Produção das labirinteiras da Paraíba estará exposta no Museu do Folclore, de 12 de fevereiro a 7 de março

A renda labirinto, atividade artesanal de tradição cultural desenvolvida no Nordeste, principalmente na Paraíba e no Ceará, poderá ser apreciada e adquirida por quem visitar, a partir desta semana, a Sala do Artista Popular, no Rio de Janeiro.

No local, será realizada a exposição Renda labirinto de Chã dos Pereira, distrito paraibano de Ingá, famoso pelas confecções manuais das mulheres labirinteiras. A mostra será inaugurada nesta quinta-feira, dia 11, às 17h, e ficará aberta ao público no período de 12 de fevereiro a 7 de março.

A Sala do Artista Popular integra o Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP) - também conhecido como Museu do Folclore -, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura.

A exposição de renda labirinto dará início à programação anual de mostras naquela sala. Será uma oportunidade para o público comprar e se encantar com artigos como colchas de casal, fronhas, toalhas de mesa e de mão, panos de cozinha e outros que fazem parte do conjunto produtivo das labirinteiras.

A arte do labirinto, atualmente, pode ser encontrada em casas, roupas e em muitos locais de trabalho do Brasil e de vários países. A beleza e a riqueza presentes nas peças chamam a atenção. A técnica se adquire a partir dos conhecimentos básicos tradicionais passados ao longo de gerações. É transmitida de mãe para filha, e assim por diante.

Segundo os estudiosos, hoje a produção do labirinto ocupa papel secundário na economia local, sendo um complemento da renda familiar, tendo em vista, por exemplo, o fato de a comercialização não ser contínua. Por outro lado, existe um grande potencial econômico dessa renda em Chã dos Pereira.

A exposição é uma das ações previstas pelo Programa de Promoção do Artesanato de Tradição Cultural (Promoart), realizado pela Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro, por meio de convênio firmado com o Ministério da Cultura e Iphan, com apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
.
Fonte: Minc

Nenhum comentário:

Lixo eletrônico

Loading...

Área de Preservação Ideológica!!!

Bem vindos a Área de Preservação Ideológica!
http://www.sitecurupira.com.br/