sexta-feira, 26 de abril de 2013

Concertando 2013. Neste sábado Dolores Tomé traz o melhor do Choro

Concertos na praça ao cair da tarde
Flauta


Olhos D`Água GO.
Sábados, 27/04
04/05, 11/05 e 18/05
Sempre as17:30 Hr
 Comente e passe pra frente!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

O Aleijadinho

Gênero:Documentário
Diretor:Joaquim Pedro de Andrade
Duração:22 min Ano:1978 Bitola:35mm
País:Brasil Local de Produção:RJ
Cor:Colorido
Sinopse:Um inventário da vida e da obra de Antônio Francisco Lisboa, o artista mais expressivo do Brasil colônia. Nascido em 1738 na antiga Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG), cedo tornou-se conhecido pelas originais concepções técnicas e artística que introduziu em seu ofício de escultor. Além das obras realizadas em Ouro Preto, trabalhou também em Tiradentes, Congonhas do Campo, Sabará, Mariana e outras cidades vizinhas, mesmo acometido por uma doença que o deformou, mas que não o impediu de continuar sua obra monumental e comovente. Baseado em texto e roteiro de Lúcio Costa


Comente e passe pra frente!

domingo, 21 de abril de 2013

Lançamento do novo Cd do Vivavila em única apresentação.

Com os violeiros e cantadores Bilora,Chico Lobo, Gustavo Gumarães, Joaci Ornelas, Pereira da Viola e Wilson Dias. Vivaviola-Viva a cantoria. Imperdível.
 
















Cada um veio de um lado com sua história. Cada um e seu passado, seu jeito. Cada um trazendo a sua lenda violeira.
 Como viola atrai viola, num visgo que ninguém sabe explicar, eles se juntaram. Muitas vezes. Nas conversas de amigo, nos saraus de poesias, nos palcos da vida, nos fuzuês de chão batido, nas saudações dos santos e nos encantamentos guardados dentro da alma, só aflorando quando o coração já não aguenta mais. A ternura e os sorrisos que os dedos de cada um tecem nas cordas de suas violas, são muito mais que sentimentos de amor. São momentos em que não há palavras. Os gestos, os olhares, os toques sensuais, o semear de sons dizem tudo o que é preciso dizer. É assim que o Viva Viola faz. A gente ouve, percebe, sente e se emociona com os seus atos de amor traduzidos em beleza, em abertura de corações, em geração da vida, ascensão do homem em direção à divindade.
 E neste emaranhado de emoções - em que os anseios da alma se misturam com as cordas da viola - eles geraram mais este trabalho. O primeiro, “sessenta Cordas em movimento”, já caminhou, ganhou estrada. “Vivaviola - Viva a Cantoria” é o segundo, e é resultado deste sentimento de amor em mutirão de Joaci Ornelas, Chico Lobo, Wilson Dias, Bilora, Gustavo Guimarães, Pereira da Viola e o poeta João Evangelista Rodrigues. São sessenta dedos em movimento sessenta cordas carinhosas. Acordes que se harmonizam com os valores e os elementos da cultura brasileira, a partir das raízes populares de Minas. Há no Vivaviola, uma forte dose de magia e o compromisso com os valores sócio-culturais, sempre abordados de maneira afirmativa, através de uma linguagem própria, identificada com a vida, a luta, a fé e a esperança do povo brasileiro.
 Um trabalho que só poderia ser lindo, e realmente é.

Carlos Felipe - Jornalista e escritor

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Concertando 2013

Concertos na praça ao cair da tarde
Flauta
 Olhos D`Água GO.
Sábados 13/04, 20/04, 27/04
04/05, 11/05 e 18/05
Sempre as17:30 Hr


Rogério Pereira
Flauta de papel
20/04
 
Dolores Tomé
Flauta 27/04
 


Sérgio Morais
Flauta  11/05

3º Festival Nacional de Balonismo

 
 


 
Brasília - De hoje (18) até domingo (21), acontece o 3º Festival Nacional de Balonismo, como parte das festividades pelo aniversário da capital federal 
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
Fonte: Agência Brasil

Comente e passe pra Frente!

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Índios protestam na entrada principal do Palácio do Planalto


Brasília - Cerca de 300 de índios, segundo cálculos da Polícia Militar, protestam em frente à entrada principal do Palácio do Planalto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC ) 215 e também contra portaria da Advocacia-Geral da União (AGU).

De acordo com um dos representantes do movimento, Neguinho Tuka, a população indígena não foi ouvida durante o processo de elaboração da PEC e teme perder suas terras com as mudanças. A proposta transfere para o Congresso Nacional o poder de decidir sobre a demarcação de terras indígenas.

Os índios - de 116 etnias, conforme o movimento - também protestam contra a Portaria 303 da AGU que estende a todos os processos demarcatórios de terras indígenas a obrigação de que sejam observadas as 19 condicionantes impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para a manutenção da demarcação da Raposa Serra do Sol.

Os indígenas querem ser recebidos pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, para agendar uma reunião com a presidenta Dilma Rousseff, que viajou para Lima para uma reunião da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

A segurança foi reforçada na entrada principal do Palácio do Planalto. Os índios alegam que não pretendem forçar a entrada, mas deixarão o local somente após serem recebidos pelo ministro, responsável pela articulação do governo com os movimentos sociais.

Fonte: Agência Brasil

Comente e passe pra frente!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Povos indígenas no Brasil

Entrevista com lider dos Paiter-Suruí, que utiliza tecnologias da informação para divulgar a luta dos povos indígenas contra o desmatamento, reportagens, artigos, vídeos e infográficos estão na nova edição da revista Pré-Univesp
Dia 19 é o Dia do Índio e “Povos indígenas” é o tema da nova edição da Pré-Univesp, revista digital de apoio ao estudante pré-universitário publicada pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo.
A revista traz entrevista com Almir Suruí, líder dos Paiter-Suruí que utiliza tecnologias da informação para divulgar a luta dos povos indígenas contra o desmatamento. Suruí fala sobre as parcerias firmadas para apoiar o plano de desenvolvimento sustentável de sua comunidade.
Outro destaque da edição é a reportagem sobre as relações entre a tradição e o conhecimento científico. No Parque Indígena do Xingu, um projeto relaciona tradição local e medicina ocidental para proteger os povos indígenas de doenças trazidas pelo homem branco.
As demais reportagens tratam de temas diversos como os conhecimentos indígenas que permeiam a cultura brasileira; ameaças às comunidades indígenas com o avanço econômico, grandes projetos de desenvolvimento e a expansão de atividades agrícolas e extrativistas; e um polêmico projeto de lei que trata da mineração em terras indígenas.
A Pré-Univesp também traz artigos de Daniel Mundukuru, diretor-presidente do Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual e autor de obras voltadas para a divulgação do pensamento indígena; Germano Bruno Afonso, professor aposentado da Universidade Federal do Paraná que ganhou em 2000 Prêmio Jabuti pelo livro didático O céu dos Índios Tembé; Newton Paulo de Souza Falcão, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa); e Vera Regina Toledo Camargo e Giselle Soares Menezes Silva, respectivamente pesquisadora e mestranda no Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Os infográficos “Mapa dos povos indígenas no Brasil”, “Línguas ameríndias” e “Povos marginalizados”, textos literários e vídeos são outros destaques da edição.
Mais informações: www.univesp.ensinosuperior.sp.gov.br/preunivesp

Fonte: Agência FAPESP

Comente e passe pra frente

terça-feira, 16 de abril de 2013

53º Aniversário de Brasília


Programação

13/04 – Inauguração da exposição “Brasília – Da construção da capital aos dias atuais, no Outlet Premium Brasília.
 14/04 – Liga Internacional de Basquete de Rua 2013 – LIIBRA, na QNM 18/20, praça do Cidadão, em Ceilândia Norte. Atividades de break, Dj’s, hip hop, performances e basquete de rua.
 15 a 20/04, de 12h às 14h - Sarau Plural – Semana de Poesia, na Rodoviária do Plano Piloto - Poesia na Praça (Lília Diniz, Cacá, Tribo das Artes, Radicais Livres, Nicolas Behr, Marcio Bonfim, Rodrigo Vivar, Adeilton Lima)
 * 15/04 – Adeilton Lima e Tribo das Artes
 * 16/04 - Adeilton Lima, Lília Diniz e Rene Bonfim
 * 17/04 – Adeiton Lima, Radicais Livres e Tino Freitas
 * 18/04 – Adeilton Lima, Rodrigo Vivar e Cultura de Classe
 * 19/04 – Adeilton Lima, Nicolas Behr e Chico de Assis
 * 20/04 – Adeilton Lima Marcio Bomfim e Jorge Amâncio

17/04 a 17/05 - Exposição Patrimônio Brasileiro, no Panteão da Pátria, de 9h às 18h na Praça dos Três Poderes.
 18 a 21/04 – Circuito Open Banco do Brasil Vôlei de Praia, na Esplanada dos Ministérios.
 18 a 21/04 – III Festival Nacional de Balonismo de Brasília, na Esplanada dos Ministérios.
 19/04 a 20/05 – Exposição CARAMETADE, no Museu Nacional da República.
20/04 – Passeio ciclístico Word Bike Tour Brasília (WBT), largada na Ponte JK com destino ao Ginásio Nilson Nelson.
 20 e 21/04 – Aniversário Solidário – aulão de ginástica e dança, shows musicais, feira e cursos de artesanato, doação de alimentos, roupas, brinquedos e adoção de animais.
 20 e 21/04 – Praça Ibero Americana da Juventude, na Esplanada dos Ministérios (Complexo Cultural da República, Torre de TV e Parque da Cidade).
 - Final da Liga Internacional de Basquete de Rua 2013, também, será realizada na Praça.
 - Esportes: skate, basquete de rua, BMX, Le Parkour, Slickline, brinquedos infláveis, bungee jump, muro de escalada e tirolesa.
 - Shows: apresentações de circo, lançamentos literários, encontros de b.boys e b.girls, batalha de MC’s, festival Anime Rock, Jam no Museu e grafitagem em tempo real.

21/04
– Mérito Cidadão Candango – Homenagem aos 53 cidadãos que contribuem nas diversas áreas social, esportiva e cultural da Região Administrativa de Brasília, no estacionamento 10 do Parque da Cidade.
 – Campeonato Brasileiro de Triatlo, na Ponte JK.
- Competições de esportes aqu´qticos (remo, veleiro, canoagem), no calçadão da Asa Norte (próximo à Ponte do Bragueto).
 - 7º edição da Maratona Brasília de Revezamento do Correio Barziliense, na Esplanada dos ministérios.
 - Inauguraçãio do Estádio Nacional mané Garrincha, no Estádio Nacional Mané Garrincha
 27/07 – 1º Conferência Eleitoral da Sociedade Civil do CONJUVE-DF, na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

sábado, 13 de abril de 2013

Reforço à produção de orgânicos

Comissão Nacional de Agroecologia destaca importância do levantamento de variedades de sementes crioulas e tradicionais
O papel do Ministério do Meio Ambiente no apoio à agrobiodiversidade foi discutido durante a 3º Reunião da Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (CNAPO), realizada nessa quinta e sexta-feira (11 e 12/4), no Palácio do Planalto, em Brasília. A Comissão discute, por meio de grupo formado por representantes do governo e sociedade civil, a elaboração do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo), previsto para ser lançado nos próximos meses. Trata-se de ferramenta de apoio à produção de orgânicos, conservação dos recursos naturais, pesquisa e consumo.

“Quanto à agrobiodiversidade, será necessário investir no levantamento de variedades de sementes crioulas, tradicionais e locais, na infraestrutura e suporte técnico e operacional para a manutenção e funcionamento dos bancos de sementes comunitários”, explicou a assessora da Gerência de Agroextrativismo da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do MMA, Cláudia Souza. “Também na validação e registro de cultivares de interesse social para o zoneamento agrícola, assegurando cobertura pelo seguro agrícola”, completou Cláudia. A agrobiodiversidade é resultado da relação entre o homem com as diversas práticas agrícolas, com ações de preservação do meio ambiente e inclusão social.

Durante a reunião, a Comissão destacou a necessidade de ampliação do levantamento de informações sobre a produção extrativista   e sobre vários aspectos das comunidades que realizam a exploração de Produtos Florestais Não Madeireiros (PFNMs). O grupo também ressaltou a importância da revisão e debate sobre os níveis toleráveis de agrotóxicos presentes na água para irrigação e no consumo humano e animal, além do monitoramento da contaminação por agrotóxicos no solo, na água e no ar.

SAIBA MAIS

A Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (CNAPO) discute, desde novembro de 2012, o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo). O grupo propõe diretrizes, objetivos, instrumentos e prioridades, promovendo o diálogo entre as instâncias governamentais e não governamentais relacionadas à agroecologia e produção orgânica, em âmbito nacional, estadual e distrital.

Fazem parte da Comissão os ministérios do Meio Ambiente (MMA), Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Desenvolvimento Agrário (MDA), Casa Civil da Presidência da República, Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), entre outros órgãos do governo. Além de diversas associações representativas da agroecologia e orgânicos.  
Fonte: MMA

Comente e passe pra frente

MMA e Serviço Florestal Brasileiro oferecem assistência técnica para associações e cooperativas que produzam produtos não madeireiros

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF) e o Fundo Clima, geridos respectivamente pelo Serviço Florestal Brasileiro e pelo Ministério do Meio Ambiente, abriram em conjunto uma chamada de projetos para o Cerrado. A iniciativa apoiará empreendimentos liderados por comunidades que trabalhem com produtos não madeireiros desse bioma. O prazo para os interessados se candidatarem vai até 26 de maio.

Será oferecida assistência técnica de até 600 horas em gestão de empreendimentos comunitários, manejo de pequi, buriti, baru, mangaba e coquinho-azedo, e também sobre beneficiamento e acesso a mercados. Podem participar associações e cooperativas localizadas no Distrito Federal, Goiás e no norte e no noroeste de Minas Gerais.

Segundo o gerente de Capacitação e Fomento do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), João Paulo Sotero, essas regiões "têm forte produção de produtos do Cerrado e demanda crescente de consumo, por isso foram priorizadas". Posteriormente, outras chamadas poderão ser elaboradas contemplando outras regiões do bioma.

A gerente substituta de Florestas Comunitárias do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Sandra Afonso, explica que a iniciativa foi motivada pelo fato de a produção não madeireira no Cerrado se mostrar uma importante estratégia de conservação do bioma e de desenvolvimento para comunidades locais. Em muitos casos, porém, os grupos comunitários apresentam dificuldades para planejar suas atividades.

“Esperamos contribuir para uma gestão comunitária que valorize o ativo florestal e fortaleça a sustentabilidade das ações de desenvolvimento regional, uma vez que organizações bem geridas terão melhores condições de continuar ou ampliar as atividades desenvolvidas junto à floresta”, afirma.

A classificação dos projetos levará em conta seis critérios, entre eles, a localização do empreendimento em área do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Cerrado (PPCerrado), a quantidade de produtos florestais comercializados, produzidos ou beneficiados, e o percentual de mulheres entre os membros da organização comunitária.

O coordenador do FNDF, Fábio Chicuta, destaca que a forma de operação do FNDF é diferenciada e que não envolve repasse de recursos. Desta forma, a chamada de projetos visa conhecer a demanda pela assistência técnica e selecionar os projetos. “Em seguida, o SFB abre licitações públicas para selecionar instituições especializadas para prestar tais serviços”, diz.

No conjunto de chamadas lançadas pelo FNDF e pelo Fundo Clima para Amazônia em Cerrado serão aplicados, em 2013, R$ 2 milhões.

Veja os detalhes da chamada aqui.
Fonte: MMA ASCOM/SFB
Foto: Paulo de Araújo/MMA

Comente e passe pra frente!

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Faculdade de Oceanografia promove o Trote Ecológico


Rio de Janeiro - A Faculdade de Oceanografia da Uerj promove o Trote Ecológico. A proposta é conscientizar os calouros e os banhistas sobre a importância da limpeza das praias e preservação da vida marinha.
Fonte: Agência Brasil

7ª Feira Internacional do Artesanato (Finnar), em Brasília


começa hoje (12), espera superar, nesta edição, os 100 mil visitantes que estiveram no evento no ano anterior. A feira, anual, tornou-se referência para artesãos de todo o país, sempre trazendo inovações. A Finnar terá mais de 400 expositores, sendo 25 internacionais, e vai até 21 de abril de 2013 no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A entrada é 1 quilo de alimento não perecível (exceto sal).
Fonte: Agência Brasil

Comente e passe pra frente!

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Prêmio Culturas Populares

100 anos Mazzaropi

As inscrições para o Prêmio Culturas Populares 2012, que terminariam em abril, foram prorrogadas para até o dia 5 de julho. Aberto em novembro do ano passado, o edital é desenvolvido pelo Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC). A prorrogação do prazo está disposta na Portaria nº 9, publicada na edição desta segunda-feira, 25, do Diário Oficial da União (seção 1, página 25).

Nesta edição do prêmio, a homenagem é direcionada ao ator, produtor e cineasta Amácio Mazzaropi, nascido em São Paulo em 9 de abril de 1912. O concurso selecionará 350 candidatos, incluindo o homenageado. Serão escolhidos Mestres (170 prêmios), Grupos/Comunidades (170 prêmios) e Mestres in memoriam (10 prêmios). O investimento total é de R$ 5 milhões.

O Prêmio tem como objetivo reconhecer a atuação de Mestres e Grupos/Comunidades responsáveis por iniciativas exemplares que envolvam as expressões das culturas populares brasileiras. Também poderão participar projetos que desenvolvam atividades de retomada de práticas populares em processo de esquecimento e difusão das expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem.

As inscrições poderão ser realizadas pela internet, por meio do
Sistema SalicWeb, ou por via postal, sendo necessário, em ambos os casos, encaminhar a documentação e anexos exigidos pelo Edital.

Entre na
página da SCDC, leia a matéria na íntegra e acesse o Edital e todos os anexos.


Fonte: Minc

Comente e passe pra frente!

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Brasil faz exposições de desenhos e charges em Portugal

Lisboa – A Fundação Nacional de Artes (Funarte) promove a partir desta semana duas exposições de desenhos e charges brasileiras em Portugal. A primeira é uma exposição inédita de 30 trabalhos gráficos de Millôr Fernandes, inaugurada nessa terça-feira à noite (9) na Fundação Mário Soares, em Lisboa.

A outra exposição, Traçando o Brasil – Três Séculos de Desenho de Humor, será inaugurada sexta-feira (12) à noite (12) no Museu de Arte Moderna de Sintra, a cerca de 30 quilômetros de Lisboa. Além de charges do próprio Millôr, a mostra traz desenhos dos seus contemporâneos Fortuna, Jaguar, Henfil e Ziraldo, de autores atuais como Angeli, Caco Galhardo e dos irmãos Paulo e Chico Caruso, além de desenhistas antecessores dos séculos 19 e 20.

O filho de Millôr, Ivan Fernandes, diferencia os trabalhos apresentados nas duas exposições. “A palavra charge vem do francês e quer dizer originalmente 'carga'. É um desenho essencialmente crítico. O cartum [como os expostos em Lisboa] não tem essa obrigação, aqui não tem nada ligado à charge”, disse à Agência Brasil.

Entre charges e cartuns, Ivan calcula que o pai tenha feito mais de 7 mil desenhos. Para a exposição foram escolhidas obras do acervo particular de Millôr, que eram guardadas em sua casa ou em seu escritório, ambos em Ipanema, no Rio de Janeiro.

O conjunto apresentado em Lisboa é inédito e é a primeira exposição com os trabalhos de Millôr após a sua morte em março do ano passado (aos 89 anos). Segundo Ivan Fernandes, Millôr, “apesar de ser procurado por galerias”, só fez três exposições, em 1957, 1961 e 1965, e participou de uma mostra conjunta em 1986. “Ele gostava mais do jornalismo diário”, diz o filho, ao explicar porque o pai não se dedicou mais às artes plásticas.

A exposição foi aberta pelo ex-presidente de Portugal Mário Soares. O acervo de Millôr Fernandes no Brasil está a cargo do Instituto Moreira Salles e também circula nas redes sociais. A exposição em Lisboa vai até 30 de maio.

As duas exposições marcam a passagem do Ano do Brasil em Portugal, que esta semana ainda promove no Espaço Brasil (também em Lisboa) shows com Tunai, Cida Moreira, o DJ Mam e Márcio Faraco.

O governo brasileiro estuda a possibilidade de manter em funcionamento o Espaço Brasil em Lisboa após o término do Ano do Brasil em Portugal. Amanhã (11), o chanceler Antonio Patriota visita o local.
Fonte: Agência Brasil.

Comente e passe pra frente!

6º Concurso Avistar está com inscrições abertas.

Podem participar fotógrafos amadores ou profissionais com fotografias, imagens sequenciais ou vídeos feitos no território brasileiro, que tenham como tema principal uma Ave Brasileira em liberdade, fotografada em seu habitat natural.

maiores informações!

http://www.concurso.avistarbrasil.com.br/rules

Lixo eletrônico

Loading...

Área de Preservação Ideológica!!!

Bem vindos a Área de Preservação Ideológica!
http://www.sitecurupira.com.br/